Rua Bento Gonçalves, Nº 2310
12° andar - Centro
Novo Hamburgo - RS
Tel/Fax (51) 3594.1011

E-mail:
Você é feliz com seu parceiro?

 

Diferente de muitos casamentos que são mantidos mesmo com o casal infeliz, no ambiente corporativo, quando uma parte está insatisfeita a parceria acaba. Aqueles que mantêm relações comerciais duradouras são os que sabem satisfazer seus clientes. Quando pensamos no departamento jurídico de uma empresa, imprescindível a existência de alguns requisitos básicos para alcançar este objetivo: advogados altamente especializados em diferentes áreas de atuação, que conheçam a fundo o negócio, estejam sempre atualizando-se, e evidentemente, que falem a língua do cliente.
Confiança mútua é o alicerce das relações, sejam estas afetivas ou comerciais. Ganha a confiança do cliente aquele que consegue superar suas expectativas. Fazer isso, ano após ano, requer muita dedicação. É como manter acesa a chama da paixão em um casamento, a conquista precisa ser diária, sem espaço para acomodação. Um departamento jurídico terceirizado não pode se acomodar porque corre o risco de perder o cliente.
Em um ambiente cada vez mais competitivo, somente os mais competentes conseguem satisfazer seus clientes por um longo período de tempo. Portanto gostaríamos de agradecer a confiança depositada no nosso trabalho ao longo desses trinta anos de atuação no Vale do Sinos. Aos nossos clientes fica a certeza de que vamos continuar nos empenhando para superar suas expectativas diariamente e, com muito trabalho e fé em Deus, oxalá possamos celebrar mais trinta anos com vocês nossos parceiros! Muito obrigado e um forte abraço!


OUTROS ARTIGOS

A COBRANÇA DAS QUOTAS CONDOMINIAIS NO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL: UM ALENTO PARA OS CONDOMÍNIOS.
O AMOR NÃO PODE SER EGOÍSTA, SE NÃO VIRA POSSE
Teu, meu, nosso?
Vale a pena terceirizar o jurídico da sua empresa?
A Advocacia e o dever de transparência
Os desafios das empresas familiares
Da Irregularidade do Protesto no Pedido de Falência
Atualidades e Apontamentos Sobre os Concursos Públicos
Da Possibilidade de Constituição de Sociedades Entre Cônjuges, Independente dos Preceitos do Artigo 977, do Código Civil Brasileiro de 2002
Dever de Imprimir Notas Fiscais em Relação ao Contribuinte Inadimplente
O "Caos" da Aviação Brasileira e o Direito dos Passageiros Lesados
Uma visão crítica da recuperação judicial instituída pela lei11.101/05 – Nova Lei de Falências
Copyright 2017 © A. M. Caleffi Advogados. Todos os direitos reservados.